Indústria do aço descola da crise e prevê alta de 30% em 2019

Infomet

Acompanhando o aumento de 8,9% nas vendas de 2018, a indústria do aço prevê cenário bastante positivo em 2019, podendo chegar a um crescimento de até 30%.

A perspectiva tem relação, especialmente, com o aumento do consumo do produto e da demanda por parte das empresas de autopeças, dos setores de implementos agrícolas, da indústria de reposição e de transformação, entre outros.

O sócio-fundador e diretor comercial da AÇOVISA, Andreis Bassi de Melo, confirma que o mercado deverá continuar aquecido em 2019. “Fechamos 2018 com aumento de 25% nas vendas e aumento de 32% no faturamento. Para 2019, nossa meta é aumentar as vendas em 30% e o faturamento em 35%. E, muito disso, virá dos investimentos que faremos”, adiantou Melo.

Entre 2018 e até o final do ano de 2019, a distribuidora de aço espera ter investido entre R$ 5 milhões e R$ 8 milhões, com objetivo de se tornar ainda mais competitiva.

“Teremos novas linhas de produtos, vamos trocar 60% da frota de veículos e ainda o maquinário, que contará com máquinas de corte sofisticadas em todas as sete unidades da empresa espalhadas pelo país. Além disso, estamos investindo em um software para automatizar e integrar todo o sistema, nos consolidando, assim, na indústria 4.0”, apontou.

Outra área que deve se beneficiar com esse otimismo da indústria do aço neste ano é o de empregos. Só a AÇOVISA quer aumentar o seu quadro de funcionários em 10%. “As vagas, inclusive, já estão abertas para a equipe Comercial, de Assistência Técnica e de Produção”, completou Melo.

Comments are closed.