Minério de ferro encerra a quarta-feira com alta de 1,23% na bolsa de Dalian

Investing

A jornada desta quarta-feira na bolsa de mercadorias da cidade de Dalian, na China, foi marcada pela valorização dos contratos futuros do minério de ferro. O ativo com o maior volume de negócios, com data de vencimento em setembro deste ano, teve um avanço de 1,23%, encerrando assim a 666,00 iuanes por tonelada, o que representa uma variação diária de 8 iuanes.

Em relação aos papéis do vergalhão de aço, o dia foi positivo na também bolsa chinesa de Xangai, onde eles são transacionados. O contrato com maior liquidez, e data de vencimento em outubro de 2019, somou 32 iuanes para 3.704 iuanes por tonelada, enquanto que, o de setembro, segundo mais negociado, somou 26 iuanes para um total de 3.807 iuanes por tonelada.

A China informou um crescimento inesperadamente fraco nas vendas no varejo e na produção industrial de abril nesta quarta-feira, ampliando a pressão sobre Pequim para adotar mais estímulo conforme a guerra comercial com os Estados Unidos se intensifica.

As vendas de vestuário caíram pela primeira vez desde 2009, sugerindo que os consumidores chineses estavam cada vez mais preocupados com a economia mesmo antes de um aumento das tarifas pelos EUA na sexta-feira ter intensificado a pressão sobre os exportadores do país.

As vendas no varejo subiram em abril 7,2% sobre o ano anterior, ritmo mais lento desde maio de 2003, mostraram dados da Agência Nacional de Estatísticas. Isso ficou abaixo da taxa de 8,7% de março e da expectativa de 8,6%.