Bolsa volta a bater recorde de pontos

Diário de Pernambuco

A Bolsa brasileira bateu recorde mais uma vez. Ontem, a expectativa de que a reforma da Previdência seja votada no plenário da Câmara e a sinalização de um corte de juros nos EUA levaram o Ibovespa aos 105.817 pontos, alta de 1,23%. O dólar acompanhou e recuou 0,70%, a R$ 3,7590, menor patamar desde março. O Ibovespa operou em forte alta durante todo o pregão, chegando a 2% de ganho. Esta é a quarta máxima histórica seguida do índice.