Governo apresenta reforma administrativa em 12 de novembro, diz Bolsonaro

Poder 360

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta 5ª feira (7.nov.2019) que o governo apresentará dia 12 de novembro a proposta de reforma administrativa. “Temos de mandar para lá [Congresso] com a menor quantidade possível de arestas”, afirmou. “A política tem que estar casada, eu não sou o dono de uma empresa, estou no comando de 1 país”.

A proposta elaborada pela equipe econômica do ministro Paulo Guedes (Economia) visa mudar regras de contratação, salário e jornada dos futuros funcionários públicos. Segundo o governo, as mudanças não valerão para os atuais servidores.

Bolsonaro também comentou o resultado do megaleilão do pré-sal, realizado pela Agência Nacional do Petróleo nessa 4ª feira (6.nov). A arrecadação foi de R$ 69,96 bilhões com a venda de duas das 4 áreas na Bacia de Santos. A expectativa era receber R$ 106,6 bilhões. Ainda assim, Bolsonaro comemorou: “Foi o maior leilão do mundo até o momento. Não adianta você ter petróleo embaixo da terra e não ter como explorá-lo”, falou.

As declarações foram feitas durante a manhã, na portaria do Palácio da Alvorada, em Brasília. A região estava com o tempo fechado, mas o presidente cumprimentou os populares que estavam presentes. Uma das pessoas orou pelo mandatário. Logo depois Bolsonaro começou a dar entrevista à imprensa. No entanto, parou de falar quando uma forte trovejada ecoou sobre a capital e começou-se a chuviscar.

O mandatário entrou no carro oficial e disse aos presentes que poderiam se abrigar na portaria do Alvorada.